Guia Completo de SEO para E-commerce

Sem Comentários

img-guia completo de seo para e-commerce

 

 

Já passou pelo tempo em que o comércio eletrônico limitava-se somente pelas grandes empresas nos anos 90 como a Amazon e e-bay? Pois é! Hoje em dia a tecnologia e a internet fizeram com que as pessoas tenham acesso diretamente com assuntos que queiram saber. Sendo assim existem muitas empresas se destacando através de estratégias de SEO para e-commerce focadas em gerar receitas para seu site. Para que isso ocorra devemos ter em mente que não será da noite para o dia e requer um trabalho minucioso para competir no mercado online orgânico.

Muitas das estratégias têm como premissa fundamental ter um bom site de e-commerce,  para que ele seja compatível com estruturas de SEO onpage, necessárias ao seu desenvolvimento.

Hoje no mercado nacional e internacional existem muitas empresas, ou melhor, plataformas de e-commerce que não atendem a requisitos básicos como automação de Url, img etc.

Outro fator que você deve analisar no seu projeto de SEO para e-commerce é a velocidade da plataforma que está gerenciando seu site. Hoje  sabemos que o Google tem como fator de rank mais de 400 pontos e um deles é a velocidade de carregamento. Segundo pesquisa da kissmetrics mais de 40% das pessoas abandonam seu site caso ele demore mais do que três segundos para carregar.

Por que devo ter SEO para meu e-commerce?

Conseguir visitas qualificadas para seu site pode ser uma tarefa difícil, principalmente se você está começando a criar uma loja virtual do zero. Você deve ter em mente um site mobile ou responsivo, a não ser que não queira vender para aqueles que vierem através de dispositivos móveis.

Dados do e-Bit, que se comparado com o mesmo período do ano passado, os acessos a sites através de celulares pela primeira vez ultrapassaram os acessos vindos de computadores e laptops. Isso se dá pelo fato de que o hábito de consumo das pessoas mudaram juntamente com a tecnologia. Um estudo do Google chamado ZMOT, aborda o momento zero da verdade, com dicas de como otimizar seu site para estar posicionado quando as pessoas buscarem pelos seus serviços ou produtos, sem contar que de acordo com Ecommerce New informa que o faturamento dos e-commerces brasileiros devem ultrapassar 18% de crescimento no ano.

Para começar a dar seus primeiros passos de SEO para e-commerce separamos dicas especiais:

1 – Escolha das palavras-chaves para seu e-commerce.

Quando uma pessoa digita no Google um produto que sua loja online oferece, muitas vezes  dependendo do produto, ela vai estar competindo com mais de 200 mil palavras-chaves relacionadas ao termo. Imagine uma rua onde só tem lojas que vendem seu produto e você está lá no meio, o que faria?

A pergunta que você deve fazer é “ Como fazer meu e-commerce ser encontrado para os meus produtos?”

Você deve conhecer seu produto em detalhes para poder descrever em particularidades o que as pessoas precisam saber para comprá-lo. Assim como as demais estratégias, é fundamental que você comece a diferenciar palavras-chave exatas e palavras-chave de cauda longa, ou long tails.

Sendo uma das estratégias mais aconselhadas por profissionais de grandes nomes como mostra Glenn Gabe em seu estudo, que em análise com mais de 3 mil palavras-chave, chegou-se à conclusão de que somente 7% do tráfego do seu site vinha através de palavras-chave de correspondência exata e 93% vindas de palavras-chave de cauda longa.

img-palavrachave exata vs cauda longa

2 – O que são palavras-chaves exatas e palavras-chaves de cauda longa para e-commerce?

Palavras exatas são palavras amplas fazendo com que o índice de competitividade seja alto, o que não favorece os e-commercers que estão começando a dar seus primeiros passos no SEO para e-commerce. Imagine que seu e-commerce venda artigos para carro, como filtros de carros, nesse caso o termo “Filtro de carro” tem um teor competitivo alto se comparado ao termo “Filtro de carro para pálio”. Além de refinar  sua busca perante ao usuário as chances de conversões serão maiores. Isso é chamado de estratégia de palavra-chave de cauda longa, onde geralmente o volume de busca é mediano e isso em quantidade pode gerar mais de 20% de sua receita. Uma das melhores ferramentas para se fazer esse garimpo de palavras-chave é o planejamento de palavras chave do Google que proporciona um conhecimento mais aguçado do segmento que deseja atingir. Veja uma busca feita para o termo “Filtro de carro” como havia comentado.

img-seo para e-commerce exemplo

Nessa imagem observamos como é a tela do planejador de palavras-chaves do Google e ao clicarmos em obter ideias conseguimos verificar quais termos são interessantes para o nosso produto e quais os termos que não correspondem ao mesmo.

Continuando com o exemplo do “Filtro para carro”.

Em uma segunda pesquisa conseguimos identificar um bom termo para ser trabalhado para o segmento que seria “Filtros de ar do motor”. O termo em pesquisa está com um volume de busca baixo, porém em ascensão para o termo, sendo um termo significativo para ser trabalhado no seu e-commerce.

img-seo para e-commerce exemplo2

Diante do resultado que tivemos podemos analisar no Google Trends a intenção de busca e o volume de busca para a palavra.

filtro de ar google trends

Vimos que o termo escolhido representa um bom volume de acensão e por se tratar do começo dessa acensão as chances de se conseguir boas posições são grandes.

DICA DE OURO: Percebam que os estados que mais buscam esse termo são São Paulo, Espirito Santo e Mato Grosso do Sul. Selecione quais desses estados possuem cidades polo e faça um SEO LOCAL para empresas, exemplo: Criem uma página dedicada para o termo “Filtro de ar em Jundiai-sp” fazendo com que as pessoas que moram em Judiai, ao buscarem o termo “Filtros de ar” encontrarão seu site aumentando ainda mais a visibilidade do seu e-commerce.

Veja algumas ferramentas que ajudarão no garimpo das palavras-chaves para o SEO do seu e-commerce:

  • Uma das mais simples que dá um bom resultado são as palavras relacionadas que aparecem no final da SERP ao digitar o termo, no caso hipotético, “Filtro para carro”.

buscardor

  • O Uber Suggest tem como principal característica trazer uma gama gigante de termos relacionados ao seu negócio de forma intuitiva e o software é de fácil manuseio.
  • O Keyword Tool.IO ajuda e-commerces de todo o mundo a solucionar dilemas para a melhor escolha de palavras-chave em foco.
  • Keyword KTD Dominator é uma plataforma da Amazon que faz um rastreio destinado especialmente a e-commerces

3 – Estrutura do e-commerce.

No Brasil ainda percebemos um grande volume de comércios eletrônicos que não possuem um site responsivo, fazendo com que o mesmo perca vendas. Partindo desse pressuposto podemos citar algumas dicas de usabilidade acompanhadas por dicas do Steve Krug  Não me faça Pensar.

Veja a forma correta de arquitetura do seu site em exemplo:

arquitetura correta

Agora veja algumas arquiteturas de e-commerces que estão circulando pela web, fazendo com que o usuário dê muitos cliques para chegar ao check-out. De acordo com o mesmo autor Steve Krug, devemos encurtar os cliques do usuário fazendo com que ele tome no máximo 3 cliques até chegar a finalização de sua compra.

mal exemplo de arquitetura

Uma má arquitetura pode prejudicar diretamente o SEO da sua loja virtual fazendo com que as compras caiam drasticamente. Sugiro a Balsamig para os mais exigentes em UX.

4 – SEO para e-commerce na prática.

  • URLS – Faça uma troca geral das URLS de seus produtos, a fim de ser conivente com as palavras que pesquisou e não ficar com URLS dinâmicas mas sim amigáveis e limpas.
  • Estrutura de Marcadores – Visando que seu negócio é um e-commerce e muitas vezes as pessoas gostam de saber de outras opiniões de acordo com o ZMOT, então coloque marcadores de estrelas diante dos comentários que você receber na sua página de conversão.
  • Extensão HTTPS – Se o seu e-commerce não tiver esse certificado aconselho a mudar o quanto antes. Diante dos grandes sites fraudulentos o usuário fica com pé atrás antes de fazer uma compra ou passar seu cartão de crédito em qualquer site. Pensando nisso a empresa Shopify disponibiliza o HTTPS para o seu site sem custo. Existem estudos que comprovam que sites com HTTPS possuem vantagens competitivas na SERP.

Diante dessas dicas onpage de SEO para e-commerce podemos conseguir alguns resultados significativos para sua loja virtual

5 – Link building para e-commerce.

Link building, para quem não sabe, é uma estratégia de troca de links de forma natural sem parecer forçada pelo Google, caso contrário tomará uma penalidade do mesmo.

Primeiro devemos saber o que é texto âncora, que são nada mais que links visíveis para o leitor com fins de classificar maior interatividade do assunto e para os motores de busca como o Google.

Veja um exemplo de uma boa estrutura de um link:

texto ancora

Links internos – São links que circulam dentro do seu site fazendo com que a linkagem interna seja benéfica para o Google. Geralmente esses links internos são destinados a ajudar o leitor interagir de forma qualificada no seu site.

Links Externos – São estratégias de linkagens com sites relacionados ao seu segmento fazendo com que a autoridade do seu site aumente, e isso deve ser feito por profissionais de SEO. Caso sua linkagem seja maliciosa há grandes chances do seu site sofrer uma penalidade algoritma. Procure por geradores de opiniões do seu segmento, Stakeholders, pessoas, blogueiros influentes no seu segmento e ofereça artigos pertinentes ao seu nicho Esperamos que tenham gostado. Logo mais traremos novas dicas sobre o Marketing Digital para e-commerce.

Dicas de Livros:

Ecommerce SEO: An advanced guide to on-page search engine optimization for ecommerce

Formado em Marketing, pós graduado em Marketing Digital pela FGV, certificado por entidades como FGV, Comschool, e entre outros, apaixonado por Marketing Digital, gerenciou equipes e detêm cases de sucesso

More from our blog

See all posts
 
Sem Comentários